sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Volta ao mundo em 48 horas....

Quarta, 14 de Novembro:
5,00 - Acordar
6,00 - Viagem para Viena de St. Poelten
7,30 - Chegada a Viena, partida noutro carro em direcção à Sérvia (plano de viagem - 5 horas)
9,30 - Percepção do esquecimento de passaporte em CASA (localização: Hungria)
10,00 Volta para St. Polten - em busca do passaporte
12,00 - Chegada a St. Poelten
18,00 - Chegada a Novi Sad (apresentação adiada para o dia seguinte)
18,15 - Reunião

Quinta, 15 de Novembro:
6,30 - Acordar
7,30 - Reunião
11,30 - Apresentação
12,00 - Reunião
14,00 - Regresso à Áustria
19,00 - Chegada a Viena (troca de carros)
21,00 - Para acabar bem o dia, a 15 km de casa, como se já não bastasse estar a nevar violentamente, uma fila de "hora e meia" dizia a rádio...

30 minutos.... 1 hora.... 2 horas.... eh pa, gostava de fazer xixi... 2 horas e 30 min....olha que giro, um dos big bosses da minha empresa no carro ao lado... 3 horas... projecto de fazer xixi na neve adiado - Big Boss pode ver quem eu sou...3 horas e meia... tenho frio nos pés porque estou de saltos altos... mmm... será que as luvas cabem nos pés? 4 horas... As luvas cobrem metade dos pés... 5 horas... Velocidade de segurança até casa: 30 km/hora na autoestrada. Fiz uma ultrapassagem a 40 km/hora. Adrenalina total!

Moral da história: Em 48 horas, passei 25 em carros. Isso não faz bem à cabeça.
Moral da história 2: A neve é gira na televisão.
Moral da história 3: As luvas aquecem quase tão bem os pés como aquecem as mãos.
Moral da história 4: Noites com neve e pouca visibilidade não fazem boas fotografias.


2 comentários:

Ana DGT disse...

Pelas fotos, quase que podia ser uma daquelas perseguições do COPS (mas em câmara lenta)! E descobriste um novo uso para as luvas, portanto não foram horas e horas completamente perdidas. ;)
E a Sérvia, que tal? **

Doutora morena disse...

Qual Willy Fog, qual quê...Inês Rodrigues domina!!!