quarta-feira, 4 de julho de 2007

E é assim que o tempo passa...

As minhas primeiras semanas em terras Austríacas têm sido bastante produtivas e agitadas. Na primeira semana, a procura de um apartamento mobilado e pronto a habitar, numa zona central da cidade e próxima da estação de comboios e que eu conseguisse sustentar foi a minha preocupação central. Depois de ter reunido o dinheiro para pagar a renda do mês e outras 3 como garantia suspirei de alívio e pude mudar-me para o meu cantinho.



A segunda semana foi passada em Portugal, por motivos meramente profissionais. Uma semana sempre a andar entre hotéis, reuniões e visitas a clientes, naquela que foi a minha primeira viagem de negócios!



Apesar de ter começado numa calmaria, na 3ª semana a minha empresa reuniu 120 pessoas para uma espécie de apresentação informal de produtos, visita às instalações da empresa, aos laboratórios (e que laboratórios), a explorações agrícolas e a restaurantes! Muitos restaurantes!!!! Do grupo faziam parte os Product Managers (eu incluída), os clientes e distribuidores dos diversos países (nem todos estavam presentes) e os Russos! No grupo dos Russos, que não falavam Inglês, era possível distinguir-se 2 ou 3 moçoilas cuja função não foi devidamente identificada, mas que, pelo comprimento das unhas que ostentavam, facilmente se deduzia que não trabalhavam com animais, pelo menos não aqueles que figuram nas típicas explorações agrícolas.



De destacar:



- O Stift Goettweig (um mosteiro fabuloso onde jantámos);
- Viena;
- Floridita – discoteca tipo Salsa Latina em Viena (era ver estes branquelas todos a dançar salsa... e muito bem por sinal!)
- O Stift Melk (outro mosteiro onde almoçámos antes do cruzeiro no Danúbio);
- O cruzeiro no Danúbio;
- O Midsummer Festival no Wachau (tipo arraial da Junta de Freguesia do Lumiar com menos gente e mais organizado, muito bom!)



A esquecer:


- O hotel em Viena em que fiquei (eu, os clientes e os colegas que não vivem em Viena) e onde roubaram 2 portáteis dos clientes, só este ano. O ano passado roubaram 1 portátil e uns milhares de dólares destinados a pagar um ensaio laboratorial (mas também quem é que guarda dinheirito num envelope juntamente com o necessaire ou coisa do género?!)



Estas últimas duas semanas têm sido bem mais calmas apesar do meu dia começar bem cedo (6.30) durante a semana e de não conseguir dormir mais a partir das 8 da manhã aos fins-de-semana, independentemente das horas a que me deito.



As minhas funções na empresa foram ontem definidas e cada vez mais acredito que esta foi a escolha acertada, mesmo que os primeiros tempos sejam difíceis. Até agora os únicos obstáculos são a língua, a minha não, mas a desta gente que só fala Alemão, e a falta de transporte próprio, que há-de ser brevemente ultrapassado.



Vejam então (só se conseguirem porque a loira tem uma cabeça grande) a bela da paisagem no Danúbio



Um beijo com saudade!

1 comentário:

Ana Carvalho disse...

Colega! :)
Que solinho maravilhoso! Quase podias ter tirado essa foto aqui na Arrábida!
Muitas saudades com 1 hora de atraso, meine liebe! ***